Hoje alguém passou perto de mim, e usava seu perfume. Tinha o mesmo gosto idiota para coisas amarelas, e andava daquela forma desajeitada. Eu sei que fazia tempo que não nos vemos e que eu estava conseguindo te esquecer, mas me fez bem lembrar de você assim. E eu sorri. Não por ficar feliz por ter achado que vi você, mas porque eu já não sentia mais nada.
A culpa é mesmo das estrelas?
No amor ninguém pode machucar ninguém, cada um é responsável por aquilo que sente e não podemos culpar o outro por isso. Já me senti ferida quando perdi o homem por quem me apaixonei. Hoje estou convencida de que ninguém perde ninguém, porque ninguém possui ninguém, essa é a verdadeira experiência de ser livre: ter a coisa mais importante do mundo sem possuí-la.
Paulo Coelho.
Me mandem o Skype de vocês pra gente conversar.

Follow @santossdu